Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: confira avaliação do debut álbum de Eduardo Lira no site Rock on Stage

Resenha de CD originalmente publicada pelo site Rock On Stage

Por Fernando Júnior

Nota: 08.5/10.0

O guitarrista EDUARDO LIRA já participou de nomes importantes do underground carioca tais como Explano!, se apresentou em lugares importantes como o Circ Voador no Rio de Janeiro/RJ, além de viajar por várias cidades brasileiras dos estados do Espírito Santo, Minas Gerais e do interior do Rio de Janeiro e isso, conferiu mais experiência para ele.

Ele já gravou músicas com Eduardo Ardanuy, Andria Busic, Big Joe Manfra (guitarrista solo), João Fera (tecladista dos Paralamas do Sucesso), Felipe Andreoli (baixista do Angra) e Deia Cassali (cantora da qual faz parte da banda de apoio na turnê do EP “Sujeira Visceral”). Sua estreia como guitarrista solo se deu em 2015 quando lançou o single “Prelude” e complementada posteriormente com este “The First Concept Project”, que foi disponibilizado em 2016 pela Alternative Music.

A produção de “The First Concept Project” é de David Cid, Alexandre Oliveira e EDUARDO LIRA e suas gravações foram realizadas no El Studio no Rio de Janeiro/RJ em 2015 com processos de mixagem e masterização realizados pelo citado David Cid. Para a capa da viagem sonora que seremos expostos, EDUARDO LIRA procurou o renomado Gustavo Sazes da Abstrata e este criou um desenho com belas paisagens espaciais surreais com pontos distantes se entrelaçando onde no cosmo se encontra o guitarrista. Além de Eduardo Lira, que comanda os solos de guitarra temos as participações de Andria Busic, Vinicius dos Anjos, Felipe Andreoli e David Cid nos toques de baixo, Samuel Costa e Rodrigo Boechat nos teclados.

No piano tocado por Samuel Costa apresentando uma linda melodia mais Progressiva que vai ganhando mais vibração, “The First Concept Project” nos exibe EDUARDO LIRA com a sua faixa “The Edge Part I – Introitus”, que se liga no Heavy Metal Melódico de “The Edge Part II – A Path To Enlightenment”, que é mais acelerada e denota os elaborados solos do guitarrista e toda a sua enorme habilidade, que transita por vários estilos. Na terceira, a “Sunrise”, temos um ritmo mais Heavy nos solos de guitarra com passagens repletas de melodia com linhas de baixo capitaneadas pelo renomado Andria Busic.

Novamente com uma aura mais Progressiva e com uma pegada Heavy Metal chegamos em “Catharsis”, onde além dos solos de guitarras de EDUARDO LIRA tenho que destacar o convidado Felipe Andreoli no baixo, que juntos produzem eficazes evoluções. A balada de guitarra “Enjoyment” é a quinta canção de “The First Concept Project” e nesta o guitarrista coloca todo o seu ‘feeling’ a cada sequencia de notas e nos convida para ouvi-la de olhos fechados para sentir desta maneira todas as suas sensações ao sons de crianças brincando discretamente ao fundo. Depois temos “Requiem For A Dream”, que é mais na linha dos grandes nomes da guitarra, como por exemplo Steve Vai e como é o costume… são gostosas de se ouvir e apreciar sua técnica através de várias ótimas camadas, onde ele faz sua guitarra literalmente falar.

Em um novo flerte mais Prog Metal, como observa-se na veloz “Kaleidoscope”, EDUARDO LIRA a realiza uma ‘infinidade’ de toques em sua guitarra, que nos expõem a diversos sabores sensoriais. Para “Imaginarium” nota-se uma percussão envolvente, que habilita os solos melodiosos do guitarrista caminhando por trilhas de imensa capacidade e que passam um astral muito positivo. Possivelmente, a mais Heavy Metal de “The First Concept Project” seja a nona faixa, a “Intention Divine”, onde tanto seu ritmo quanto seus solos de guitarra nos mostram um lado mais denso, quase nos convidando para ‘bangear’. Ao som de trovões e um riff longo, que está deveras melodioso ante a uma dramática harmonia no piano (que foi tocado pelo convidado Rodrigo Boechat), o CD é encerrado com “Raining Day” e propondo assim uma reflexão em suas notas.

Para os aficionados em trabalhos instrumentais, onde percebe-se claramente que o guitarrista depositou todo o seu sentimento e cada composição e que neste caso curtam linhagens mais Prog Metal, este “The First Concept Project” será uma ótima escolha para quase trinta relaxantes minutos.