Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: confira primeira avaliação brasileira para o debut álbum da banda Kosmus

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal Reidjou

Por Alex Viana

Nota: 08.5/10.0

A MS Metal Records vem lançando constantemente diversos grupos brasileiros no mercado, mas as que tenho notado mais relevância são as que vêm abraçando linhas mais voltadas para o Progressivo. Então, acrescente à lista esta ótima banda KOSMUS, que nos brinda com o melhor do segmento neste seu álbum homônimo de estreia.

O som é calcado no Prog Metal, ainda assim, o que me deixou mais empolgado foram as nítidas referências ao Anathema, principalmente da fase pós “Natural Disaster”. Para isso, nem precisa procurar muito, basta apenas já ir direto na excelente “Nightfall”, uma das melhores de todo o trabalho, diga-se. Partindo dai, o guitarrista e vocalista Pedro Acker assume o posto de liderança musical, pois o cara transmite em alto e bom som tudo aquilo que o fã do estilo espera: sentimento e precisão. Outro destaque vai para “Kosmus”, com belíssimas intervenções do tecladista Felipe Novellino e do baixista Daniel Ohnesorge, por concederem a climática necessária para deixar a sonoridade lúgubre e soturna, ambas em doses cirúrgicas.

O KOSMUS já entra direto na minha lista de revelação do ano de 2016. Agora contando com a estrutura necessária para tornar o seu trabalho mais acessível para o maior número de pessoas possível, acredito que ouviremos falar mais destes cariocas em breve. Excelente!