Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: confira primeira avaliação brasileira para o debut álbum da Fleshpyre

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal Whiplash!

Por Fábio Pitombeira

Nota: 09.0/10.0

A banda FLESHPYRE vem de Brasília e nos apresenta neste “Unburying The Horses Of War” um Death Metal técnico, extremamente bem composto e voltado para o público mais exigente do estilo. Apenas para situar o leitor, imagine um inusitado encontro do Death, do saudoso Chuck Schuldiner, com o Deicide, do sempre polêmico Glen Benton. Então, a partir daí você entenderá por onde esses caras trilham o seu caminho.

Por falar em Glen, o vocalista Yuri Sabaoth lembra muito a sua forma de cantar, principalmente quando nos remetemos aos álbum “Decide” e “Legion”. Na minha ótica, apenas com esse trunfo, o FLESHPYRE já sai com metade do jogo ganho. Com uma produção certeira, o grupo usa e abusa de variações de andamentos, muitas quebras de ritmo, ainda que se valha o tempo inteiro do peso intercalado com riffs melodiosos. Talvez, bem longe, o fã pode pescar algo do Amon Amarth aqui e acolá. Sendo assim, após uma breve introdução, o que se constata é uma banda maturada e que se atem ao que existe de mais funcional no Death Metal para passar sua mensagem, como fica evidente nas ótimas “Unburying the Horses of War”, “Bodily Ecstasy”, “The Wanderer” e “Fleshpyre”.

Recebemos aqui a versão digital do trabalho, mas nos foi informado que o seu lançamento físico acontecerá em breve, através da Eternal Hatred Records. Nada mais justo, porque a FLESHPYRE neste debut já nasce com toda pompa de revelação da música extrema brasileira. Indispensável!