Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: confira primeira avaliação do debut álbum da Silent Hall

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal Reidjou!

Por Jeferson di Pádua

Nota: 08.5/10.0

A SILENT HALL vem das Minas Gerais e nos traz neste seu primeiro trabalho, o álbum “Flame Of Hope”, um Heavy Metal Tradicional com diversas referências à NWOBHM, além de pitadas do Metal germânico, tendo o Helloween como principal influência.

A produção do trabalho é bem correta, ou seja, tudo está no seu devido lugar, embora fique a dever para as produções estrangeiras, que mês a mês bombardeiam o mercado. A arte da capa passa aquele saudoso tom rústico dos anos oitenta, o que, particularmente me agradou em cheio. Partindo para a parte musical, dois dos seus membros me chamaram muito a atenção, são eles: o guitarrista Rafael Lourenço e o vocalista Marcos Ulisses.

Enquanto Rafael, notadamente, conduz toda a banda através de suas linhas melódicas, calcadas nos antigos trabalhos do Iron Maiden e Warlord, Marcos possui um timbre que o possibilita atingir notas bem altas, o que é meio que obrigatório neste segmento. Desta forma, a balada “Stay” demonstra um bom gosto interpretativo absurdo de Marcos, enquanto que “You Can” é o ápice do trabalho de Rafael, nas seis cordas, sempre mantendo o som “pra cima”.

O SILENT HALL não nos traz nada de novo, e acredito até que a proposta deles nem é essa, mas o que ouvi neste “Flame Of Hope”, me deixou muito empolgado para o que está por vir em sua carreira.