Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: debut álbum da Hate By Hate é avaliado pela maior revista impressa do Brasil

Resenha de CD originalmente publicada pela revista Roadie Crew

Por Valtemir Amler

Nota: 07.5/10.0

Antes de procurar o álbum para aquela conferida básica, por favor, concentre-se por alguns minutos na impressionante arte da capa de “An Ancient Hate Reborn”. Se você desconhece o som praticado pelo HATE BY HATE, a arte criada por Alcides Burn (Burn Artworks) evidencia o que virá pela frente: Thrash Metal!

Se a “embalagem” entregou aquele “spoiler” bem vindo, você já pode começar a aproveitar tudo o que este álbum tem a oferecer. Logo de cara, “Dry Land” traz os tais elementos Thrash que a capa evidencia, e os riffs bem encaixados fazem a música ganhar em potência e vigor. A terceira faixa, “Boundaries Of Nothing”, é menos Thrash e mais Heavy, tem ritmo cadenciado e destaca o bom trabalho conjunto da trinca bateria/baixo/guitarra, cabendo aos vocais de Sandro S. o contraponto.

“Justice To Careli Case” também cadencia as coisas, e é outra das mais Heavy. Se “Begging And Bleeding” soa meio desconcertada entre as demais, “About The Hate” vem para fechar com sangue nos olhos, um Thrash Metal digno para fechar um álbum digno. Sim, detalhes precisam ser avaliados e existem pontos para melhorar, mas este é um belo primeiro passo.