Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: mais uma avaliação positiva para o debut álbum do Kosmus

Resenha de CD originalmente publicada pelo site Rio Metal Press

Por Pedro Mello

Nota: 07.5/10.0

Oriunda do Rio de Janeiro, a banda KOSMUS, foi iniciada como um projeto musical dos músicos Pedro Acker (vocal/guitarra) e Sebastian Viret (guitarra). Apostando em músicas autorais e criando atmosferas únicas, a banda mescla elementos variados, passando pelo Chorinho, Fusion, Música Clássica e Heavy Metal, fazendo com que a banda tenha uma proposta única e autêntica.

Completando o time temos Daniel Ohnesorge (baixo), Ronilson Filho (bateria), Guilherme Giglio (flauta/ saxofone) e João Carlos Cochlar (tecladista). A banda lançou em 2016 seu debut autointitulado. O registro traz seis faixas, totalizando 42 minutos de Metal Progressivo.

O trabalho é iniciado pela flauta de Guilherme Giglio em uma ‘Intro’ bem atmosférica. A música transporta o ouvinte a um ambiente de paz que logo é quebrado pelo peso da cozinha rítmica. ‘Nightfall’ dá sequência ao iniciado e traz quebras interessantes por parte de Daniel e Ronilson. A música mostra o potencial de cada músico da KOSMUS em passagens marcantes.

‘Chaos Surrounding My Soul’ é a terceira faixa do álbum e tem uma pegada mais voltada ao Fusion, contendo instrumentos de sopro bem inseridos na musicalidade da banda. Se em ‘Nightfall’, Pedro mescla vocais limpos a uma linha mais gutural enquanto a banda opta por uma linha no estilo do Dream Theater. Continuando a atmosfera intensa, ‘Kosmus’ é uma faixa instrumental e atmosférica que em alguns pequenos momentos podemos remeter a sonoridade do Yes.

Fechando o álbum temos ‘Final Destination’ e ‘Cor’, as músicas trazem os elementos já citados anteriormente. Apesar de ter mencionado aqui algumas referências, a KOSMUS é uma grata surpresa em termos de originalidade. A KOSMUS faz uma salada sonora difícil de ser enquadrada a um único estilo. A sonoridade agradará aos amantes da música técnica e bem feita. Dos apreciadores de Chick Corea a Dream Theater, todos encontrarão elementos que os farão ter interesse na banda.