Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: primeiro álbum da Fleshpyre continua sendo evidenciado pela imprensa brasileira

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal da Shock Radio Web

Por Rafael Toledo

Nota: 08.5/10.0

Já adianto que sou fã da banda Death e de todo o seu legado, deixado para inúmeras bandas de Metal Extremo em todo o mundo. Você deve estar se perguntando do porque ter começado meu texto desta forma. A resposta é bem simples, já que a FLESHPYRE no seu debut “Unburying The Horses Of War” segue à risca os ensinamentos do saudoso Chuck Schuldiner.

A versão física do material está matadora, sendo endossada por um press kit extremamente organizado, carta de recomendação e brindes da sua atual gravadora. Ou seja, o trabalho promocional é tão bem feito, que já ganha o jornalista na sua apresentação. Dito isto, vamos ao que interessa, já que este disco é um dos melhores trabalhos que escutei, dentro do segmento do Death Metal em muito tempo.

Além da já citada Death, captei influência diretas do Obscura, só que com menos pirotecnia e complexidade que deixam os neurônios de qualquer cidadão pedindo arrego. Mesmo que não tão complexas, as músicas aqui agradam em cheio, principalmente pelo funcional trabalho de cordas e pela presença fundamental do baterista Daniel, que é um verdadeiro monstro. Sério, guardem o nome deste cara…

A produção é acima da média, o que facilita a audição, tornando um disco relativamente curto, extremamente convidativo para diversas audições ininterruptas. Como destaque, impossível não citar a “The Wanderer”. Essa já está na playlist no meu carro, desde que recebemos o material!