Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: primeiro álbum da Hyerathica continua ganhando espaço na mídia brasileira

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal da Shock Radio Web

Por Rafael Toledo

Nota: 09.0/10.0

“Revolution Now” é o primeiro trabalho da paulista HYERATHICA e, tenho que ressaltar, que demorei para acreditar que aqui trata-se de um debut. Músicas extremamente bem escritas, arte da capa primorosa, produção impecável e um cantor que pode ser apontado como um dos melhores do país em atividade.

O que foi mencionado no parágrafo anterior, nada mais é do que constatações de um velho redator, que se predispôs a ouvir diversas vezes este disco. Sim, como fã do Heavy Metal dos anos oitenta, me vi abraçado e meu coração saudosista acalentado, pelas composições de Lean Restivo.

A propósito, este cara tem tudo pra despontar dentro e fora do nosso país. Além de possuir uma bela voz, o cara compôs praticamente toda a obra, sendo responsável pela maioria dos arranjos que encontramos no disco, ao lado do produtor Thiago Bianchi (Noturnall, ex-Shaman).

O material conta com dez canções, e como já foi mencionado, todas muito bem construídas e calcadas no bom e velho Heavy Metal, com referências à escola alemã, tendo o EP “Helloween” e o álbum “Walls Of Jericho” do Helloween, como principais amparos criativos. Desta forma, “Dead Alive”, a faixa título e a bela balada “Too Late To Say Goodbye” são os carros chefe, principalmente a última, que é uma homenagem para sua progenitora.

Belo trabalho e mal vemos a hora de vermos o desenvolvimento da HYERATHICA. Cacife pra ser grande na cena a banda tem de sobra.