Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: primeiro álbum do Deathmaker continua ganhando espaço na mídia nacional

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal Reidjou

Por Alex Viana

Nota: 08.0/10.0

“Arise Disciples”, primeiro álbum do DEATHMAKER de São Paulo, é tudo aquilo que um deathbanger precisa! Riffs cortantes, pancadaria desenfreada, pitadas de Thrash inseridas de forma homeopática, e um tino de composição que respeita todos as características básicas do Death Metal.

Recebemos a versão digital através do pessoal da MS Metal, mas já nos foi confirmado que “Arise Disciples” ganhará um merecido lançamento físico, que certamente irá sanar toda e qualquer carência dos seus fãs e amigos. Como referências, impossível não lembrar do Deicide, Morbid Angel e algo de Obituray, ou seja, é aquele estilão parido pela cena da Flórida nos idos dos anos noventa.

As produções gráfica e sonoras são acima da média, passando a certeza de que estamos diante de músicos extremamente perfeccionistas com relação ao seu trabalho. Como destaques gostei muito de “Flaming Locomotive” e, principalmente, da inusitada “Fúria”, que é totalmente entoada na nossa língua natal, provavelmente a melhor do disco.

O DEATHMAKER conta hoje com o suporte da maior gravadora do país e tem tudo para decolar no cenário nacional. Passaram no seu primeiro teste com louvor, mas a nota só não foi maior porque achei o disco curto demais, talvez outras duas faixas a mais o tornariam um item obrigatório, para todo e qualquer fã de música extrema.