Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: primeiro EP do Hazy é avaliado pelo redator brasileiro Jeferson di Pádua

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal Fullrock

Por Jeferson di Pádua

Nota: 09.5/10.0

Não se engane pela capa! A HAZY em nada se assemelha às bandas de Power Metal ou Progressivo, muito pelo contrário até. Um desavisado que pegar este “Eternal Rise” pra escutar, achando que se trata de algo na linha do Angra, vai tomar o pior susto de sua vida!

Pois bem, tirando a capa que achei desconexa com o som, o que temos aqui é um baita EP, que essencialmente pode ser enquadrado no Death Metal, mas acrescido de inserções do Thrash e alguns momentos bem modernos, com grooves em profusão. Formada pelos músicos Vinícius Marcel (guitarra) e Marcio Lucca (bateria) em Curitiba, a HAZY inova no estilo, e esta imprevisibilidade nos traz uma bela tônica evolutiva, quando ouvimos canção após canção. Talvez os mais radicais fãs do estilo torçam o nariz, mas o fato é que este trabalho traz sim algo de novo, e isso é muito bom, bastando pra uma simples constatação ouvir a ótima “Deception”, que abre muito bem o disco.

Em vias de lançar o seu debut álbum, o HAZY me parece que chegou no cenário não apenas como figurante, e sim afim de propagar algo novo, o que realmente é bastante louvável. Primeiro passo muito bem dado até aqui.