Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Selos Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com
Resenha: segundo trabalho da Apoteom continua ganhando espaço na mídia nacional

Resenha de CD originalmente publicada pelo site Rio Metal Press

Por Pedro Mello

Nota: 09.0/10.0

“Paper God” é o segundo trabalho da banda gaúcha APOTEOM. A banda formada por Pedro Ferreira (Vocais/Guitarras), André Licht (Guitarras), Mauricio Tôrres (Baixo) e Pablo Castro (Bateria) trazem ao ouvinte um Heavy Metal pesado e moderno.

A produção do álbum ficou a cargo de Léo Mayer. Escolha muito bem acertada pela banda. A capa, muito condizente com o título do álbum, foi elaborada por Sandro Chaves. “Paper God” possui 11 faixas com tempo de duração que chega próximo a uma hora.

O trabalho abre com ‘The Power Rises’, uma introdução bem curta que antecede ‘Power Of Game’, uma música que mostra de cara o que podemos esperar do álbum. Faixas pesadas, modernas, sem esquecer a essência do Metal Tradicional.

A faixa título, ‘Paper God’, traz uma excelente letra e se apresenta como uma das melhores do álbum. A banda possui uma unidade musical bem coesa. As músicas são trabalhadas sem excessos e devem soar muito bem ao vivo. ‘Two Wolves’ e ‘My Sanity Remains’ merecem um destaque merecido.

Fechando o álbum temos a faixa título do primeiro registro da banda, ‘Alienation’, com uma nova versão. Material de altíssima qualidade.