Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Empresariamento
Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com Gravadora
Resenha: novo trabalho do Supersonic Brewer é avaliado pelo redator Junior Frascá

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal Whiplash

Por Júnior Frascá

Nota: 09.0/10.0

Sim, meu caro amigo leitor: os gaúchos de Bento Gonçalves, do SUPERSONIC BREWER, retornam com seu terceiro trabalho, que na verdade é um EP, mas que consolida a banda de vez como uma das melhores bandas da cena nacional.

Mantendo a mesma formação do disco anterior, “Overthrow the Bastard”, com Vinicius Durli (vocalista e baixista), Rodrigo Fiorini (guitarrista), Mauricio Menegotto (guitarrista) e Evandro “Piki” (baterista) a banda, os caras continuam fazendo um som pesado e agressivo, com influências de que vão do Stoner ao Thrash, cheio de groove, mas mesmo assim com ótimo senso melódico, cativando facilmente o ouvinte. Com uma ótima produção, os caras nos trazem 06 próprias, além de um grande homenagem ao Led Zeppelin, com o medley “The Ocean/Kashmir”, que ficou muito legal. Dentre as faixas da banda, os destaques ficam para “Ready for Another Binge” e “Illusion”, que mostram bem essa influência de Thrash e Stoner que a banda carrega, e brutal “Destruction Overtruck”, já mais voltada ao Thrash Moderno, com um peso avassalador, e uma rifferama assombrosa.

Lembrando que as três faixas tratam-se de releituras de músicas do primeiro disco da banda, “Broken Bones”. Agora é aguardar ansiosamente pelo novo disco de inéditas dos caras!