Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Empresariamento
Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com Gravadora
Resenha: primeiro álbum da banda Hollow é avaliado pelo redator Átilla Moreira

Resenha de CD originalmente publicada pelo site Hard Metal Brasil

Por Átilla Moreira

Nota: 08.5/10.0

Estes gaúchos do HOLLOW apresentam em seu trabalho de estreia, o consistente “Spirit Soldier”, um Thrash Metal calcado no Sepultura, de álbuns como “Beneath the Remains” e “Arise”. Mas não se engane, caro leitor, estes caras não soam como descartáveis ou como uma mera cópia do nosso maior ícone, e sim, bebe da fonte e faz uso dela de forma muito inteligente.

Lançado de forma independente, e com relançamento programado após o segundo álbum, através da Eternal Hatred Records, o disco realmente cativa, principalmente por não soar presunçoso e por não querer reinventar a roda. Nada de experimentalismos desnecessários são encontrados aqui, o que torna a audição fácil e convidativa para se beber com os amigos em algum bar. Thrash Metal como tem que ser: rápido, com passagens cadenciadas, pesado e sujo! Neste ínterim, como destaques, aponto as ótimas “It Never Rests” e “Burning Lead”, ambas tendo como destaque a atuação muito competente do guitarrista e vocalista o Renan Cauê Muller, que lembra bastante Max Cavalera.

Mais um grande trabalho surge do nosso amado Rio Grande do Sul, mostrando que o Brasil não se restringe a três ou quatro nomes de peso, quando nos referimos à Metal Extremo. Fica aqui a nossa recomendação, de toda a equipe da Hard Metal Brasil, desta nova potência do Thrash Metal brazuka.