Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Empresariamento
Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com Gravadora
Resenha: primeiro álbum do Serenity in Fire na edição de janeiro da Roadie Crew

Resenha de CD originalmente publicada pela Roadie Crew Magazine

Por Ivanei Salgado

Nota: 06.0/10.0

A dupla Jiusepe Gáspari (vocal e guitarra) e André Leão (baixo e backing vocals), amparados pelo baterista convidado André Bastos, registraram oito músicas de Thrash Metal.  A música da dupla faz jus ao rótulo escolhido, pois é realmente o que se encontra neste primeiro álbum. Isto é, composições diretas mesclando velocidade e peso com influências, principalmente, de Sepultura e Slayer.

Algumas se sobressaem como “Fire Burns The World”, “Kill Believers”, “Master of Darkness” e “Die…My Symphony (Destruction)”. Porém, outra coisa que se sobressai é a baixa produção do trabalho. Os timbres tiraram o “poder” das bases agressivas e do vocal de Jiusepe e, também, o peso da bateria. Em resumo, o Brutal Thrash criado com esmero, materializou-se de uma forma insossa mesmo com a mixagem e participação de Fabiano Pena (Rebaelliun, ex- The Ordher, Blessed).

O álbum é a prova do risco da autoprodução, pois a própria dupla foi responsável pela técnica de gravação em estúdio. É aquele negócio, muitas vezes é melhor esperar um pouco para investir mais no “cartão de visitas” da banda.