Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Empresariamento
Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com Gravadora
Resenha: primeiro trabalho do Mindcrafter em destaque no blog brasileiro Arte Metal

Resenha de CD originalmente publicada pelo blog Arte Metal

Por Vitor Hugo Franceschini

Nota: 08.5/10.0

“Signs Revealed”, primeiro disco do MINDCRAFTER, é um trabalho complexo desde o início de sua concepção, passando por sua produção até a sonoridade. O disco começou a ser gravado em 2012 e levou dois anos pra ser concluído, devido à saída de alguns membros na metade do percurso. Foi terminado pelo vocalista e guitarrista Phelipe Henriques (líder do grupo). Gravaram o disco – ou metade dele – Pedro Mattos (guitarra), Mariano Belém (baixo), Vinicius Moniz (vocal) e Gustavo Rodrigues (bateria), além de Schneider Souza.

O álbum é conceitual e sua temática gira em torno de três personagens que foram desenvolvidos – “The Night Wizard; Avatar” e “Black Crowned Heart” (vilão). A história é inspirada na relação sobrenatural de seres humanos com seus personagens e da saga do Avatar em sua viagem para o desconhecido. A sonoridade segue a linha Prog Metal, e mostra algo intrincado. Em primeira instância é preciso diversas audições para digerir “Signs Revealed” que possui uma musicalidade que lembra a banda canadense FEN, porém mais densa e pesada. Quebradas e viradas inesperadas, além de mudanças de ritmo fazem parte de toda audição. Lembrando que complexo não significa ruim, mas requer mais atenção. Claro, isso mostra a qualidade dos músicos e principalmente de Phelipe como compositor. Ainda bem que as músicas ao mesmo tempo em que transparecem a técnica, conseguem possuir ‘feeling’, algo muito raro de se aliar, mas que aqui está bem equilibrado.

Apesar de vários momentos dissonantes e atípicos, a melodia imposta e o peso aqui fazem com que o disco seja mais fácil de ser apreciado. Destaque para “The Night Wizard”, “A Warrior’ Blaze” que possui ritmo brasileiro e a tensa “During The Storm”. A produção do disco feita no HR Estúdio também colabora muito com o resultado final, assim como a bela arte da capa e do encarte. Um ótimo trabalho!