Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Empresariamento
Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com Gravadora
Resenha: relançamento da banda amazonense Jarakillers começa a ganhar espaço na imprensa brasileira

https://www.msmetalagencybrasil.com/ptbr/wp-content/uploads/2021/01/jara.jpg

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal Reidjou

Por Alex Viana

Nota: 08.0/10.0

Lançado originalmente no formato digital em 2017, “Still Macabre”, debut álbum da amazonense JARAKILLERS, teve sua versão física disponibilizada apenas em 2020 através da Eternal Hatred Records, para então corrigir um erro do passado, tendo em vista que estamos diante de um álbum que merece ser lançado em todos os formatos possíveis.

Seguindo a veia do Thrash Metal alemão, de nomes como Kreator e Destruction, os brasileiros seguem a fórmula à risca, só que inserindo vários elementos estruturais e líricos da cultura do estado do Amazonas, como na excelente “Curupira”. E não para por aí, porque as línguas inglesa e portuguesa se entrelaçam em dois momentos da obra, como nos demais destaques “O Alien” e “Empire”. Enquanto a primeira flerta com o Metal extremo e me lembrou até um pouco do CrossOver do Ratos de Porão, a segunda volta a misturar elementos folclóricos com o Thrash raiz. Palmas de pé para os compositores!

“Still Macabre” conta ainda com quatro faixas bônus, extraídas da sua primeira passagem pelo estado de São Paulo, e o que chama a atenção é que todas elas foram muito bem captadas, o que é raro no país para músicas lançadas on stage. Apesar da demora do seu lançamento físico, o material não soa datado, muito pelo contrário, soa revigorado. Para os amantes do segmento mais imundo do Metal, está aqui uma grande opção de entretenimento.