Contato Anuncie Loja Baixar Distribuidoras Empresariamento
Artistas Clipping Assessoria de Imprensa Quem Somos Serviços Agência Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com Gravadora
Resenha: segundo álbum do Amenize é um dos destaques do mês no portal Whiplash

Resenha de CD originalmente publicada pelo portal Whiplash

Por Fabio Pitombeira

Nota: 09.0/10.0

Taí um disco que não quer inventar a roda, direto, simples e que agrada em cheio! Este “Black Sky” dos paulistanos do AMENIZE é tudo isso e mais um pouco. Sim, mais um pouco, porque aliado ao fato destes caras saberem muito bem o que estão fazendo, eles contaram com a sempre competente produção de Adair Daufembach, que tornou o trabalho indispensável para todo fã de Modern Metal e Metalcore.

Na minha modesta opinião, o fato do álbum ser direto é um dos seus principais atrativos, tanto quanto a já mencionada produção de Adair. Desta forma, é possibilitado ao ouvinte conferir o disco repetidas vezes, sem que o mesmo se torne cansativo. Outro ponto que merece destaque é a atuação do vocalista Bruno Corey. Como canta esse cara! particularmente gostei muito do seu timbre, tendo como pontos altos os seus momentos mais melodiosos. As linhas de vozes foram muito trabalhadas, o que fica evidente quando Bruno transcende de partes limpas para as voltadas para o scream. Trabalho de primeiro mundo. “Unlocked” é um ótimo exemplo disso tudo que mencionei, até porque ela abre como muita propriedade o álbum, após uma breve introdução.

Além de “Unlocked”, gostei bastante de “Leeches” e da faixa título, ambas evidenciando o trabalho de Marcelo bRain nas guitarras. Um riff grudento atrás do outro, atrelado às bases extremamente pesadas. Variado e extremamente atrativo, “Black Sky” é uma excelente pedida para fãs do estilo, tendo o Stone Sour como uma referência direta.